LORIS ARCO-ÍRIS - Trichoglossus haematodus
DISTRIBUIÇÃO
Austrália.

DIMENSÕES
Entre 28 e 31 centímetros, aproximadamente

DISTINÇÃO ENTRE OS SEXOS
À primeira vista, parece não haver diferença entre os sexos. Certeza nesta área só podem ser obtidas por meio de um exame endoscópico, realizado pôr um veterinário especializado.

CARACTERÍSTICA SOCIAIS
Os loris arco-íris são mais fáceis de criar enquanto casais isolados em alojamento separados.

ALOJAMENTO ADEQUADO
Um espaço viveiro ao ar livre ou em recinto fechado constitui um ambiente adequado para estes loris. Em virtude dos seus excrementos moles, não se recomenda que sejam criados como animais de estimação numa sala de estar. Uma árvore para trepar resistente pode ser utilizada pôr estas aves, mas não faz sentido rodeá-la de outras plantas. É uma peça de equipamento usual num viveiro para loris arco-íris é uma caixa de ninho sólida, uma vez que é nela que as aves gostam de pernoitar.

TEMPERATURA AMBIENTE
Estas aves coloridas são muito resistentes e, pôr conseguinte, podem sobreviver perfeitamente num viveiro ao ar livre dotado de um abrigo noturno que proteja de geada.

ALIMENTAÇÃO
Na natureza selvagem, os loris arco-íris alimentam-se exclusivamente de néctar, frutos, florescência e pólen e os seus sistemas digestivos estão acostumados a esta alimentação. Pôr vezes come pequenas quantidades de sementes, especialmente as variedades mais tenras, mas estas nunca devem constituir o ingrediente principal da sua alimentação. Atualmente, são produzidas misturas especiais para loris.

ATIVIDADES
Os loris arco-íris são aves coloridas e interessantes. São ativas e atrevidas e, se tem oportunidade para se habituar ao tratador desde uma idade muito precoce, tornam-se muito dóceis. Algumas aves podem aprender a dizer algumas palavras. Uma óbvia desvantagem destas aves são as suas vozes ruidosas. Gostam de se banhar em água e deve ser-lhe proporcionada essa possibilidade. Também gostam de trepar e de roer galhos tenros de salgueiro e de árvores de fruto.

CRIAÇÃO
Se pretender fazer criação destas aves, deve colocar à sua disposição um tronco de árvore oco com um diâmetro de 30 centímetros, pelo menos e uma altura mínima de 45 centímetros.

Um orifício de entrada de 8 centímetros é suficiente. Uma camada espessa de musgo de trufa pode servir de superfície para a postura dos ovos, que pode variar entre um e três.

Os ovos são chocados pela fêmea e as crias nascem ao fim de um período de 23 a 26 dias, aproximadamente. São alimentadas pelos pais e a plumagem surge, quando tem entre 50 e 60 dias de vida. Nesta fase, não estão ainda aptas a cuidar de si próprias, sendo alimentadas e tratadas pelos pais, com uma freqüência gradualmente menor.

As crias são independentes cerca de 30 dias após deixarem o ninho, sendo conveniente transferi-las, uma vez que muitos pais rejeitam as suas crias nesta fase do desenvolvimento. Se um casal de aves estiver em boas condições físicas, pode ter duas gestações pôr época.
____________________________________________________________________
Fazenda Visconde Ltda.
Av. Caramuru, 341 - República - CEP 14.025-080
Ribeirão Preto - SP - FONE: (16) 3625-4319


www.fazendavisconde.com.br
2018/12/19 | 05:03:30

IMPRIMIR